Suspeito de matar esposa com marreta fez “tocaia” para a vítima

IMG-20200716-WA0015

Na manhã do último domingo, 13, quando a mulher apareceu para ordenhar as vacas, o suspeito a teria atacado, dando-lhe marretadas na cabeça.

Um homem de 48 anos foi preso, no último domingo, 13, suspeito de matar a própria esposa usando uma marreta. O homem, que morava com a mulher numa chácara na zona rural do município goiano de Vila Boa, teria fingido que foi para o trabalho e ficado escondido em um pasto. Quando a mulher apareceu para ordenhar as vacas, o suspeito a teria atacado com marretadas na cabeça.

De acordo com informações da Polícia Militar, na manhã de ontem, domingo, a corporação recebeu uma ligação do irmão do suspeito dando conta de que o homem teria matado a própria esposa, de 34 anos, e pretendia cometer suicídio. Os policiais se deslocaram até o endereço informado, na zona rural de Vila Boa, e se depararam com o suspeito sentado em uma cama dentro de casa, com “aparente embriaguez” e uma espingarda ao lado.

Ao ser questionado sobre o paradeiro de sua esposa, o suspeito confessou que a havia matado e deixado o corpo da vítima em um pasto cerca de 500 metros dali. Ao realizarem a verificação do local apontado pelo homem, segundo a polícia, o corpo da mulher foi encontrado com a cabeça quebrada, devido aos golpes de marreta.

Suspeito fez “tocaia” para esposa

Conforme relatado pela Polícia Militar, o homem contou afirmou que estava sendo traído pela esposa e decidiu se vingar. O suspeito, então, saiu de casa no dia do crime dizendo que ia trabalhar na Companhia Bioenergetica Brasileira (CBB), onde é funcionário. Porém, em vez disso, ficou escondido no pasto e esperou pela esposa.

Por volta das 6h30, horário em que a vitima ia ate o pasto para recolher as vacas ao curral para ordenhá-las, o marido a surpreendeu e a atingiu com golpes de marreta.

Segundo a polícia, o suspeito, juntamente com a espingarda e três munições, foram levados para a Central de Flagrante do município de Formosa. A marreta usada no crime foi transportada para o Instituto Médico Legal (IML). O homem foi autuado pelos crimes de feminicídio e posse irregular de arma de fogo.

Fonte de notícias: https://www.emaisgoias.com.br

Diário da RIDE “A notícia tem dois lados mas uma só verdade”





Comentários no Facebook