Corpo de motorista de app será enterrado. PCDF procura suspeito

A vítima, Aldenys da Silva, 29 anos, foi achada morta às margens da BR-070, com um tiro na cabeça


APolícia Civil procura um homem acusado de assassinar o motorista de aplicativo Aldenys da Silva (foto em destaque), 29 anos. A vítima, que será enterrada na tarde desta quarta-feira (22/01/2020), estava desaparecida desde 3 de janeiro. O corpo foi achado às margens da BR-070, na entrada de Brazlândia.

Segundo o delegado Gustavo Augusto da Silva, da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), a suspeita é de que o trabalhador, que morava em Ceilândia, tenha sido vítima de latrocínio – roubo seguido de morte.

Informações preliminares apontam que o profissional morreu após levar um tiro na cabeça. Ao Metrópoles, parentes afirmaram que ele trabalhava havia três meses como colaborador de aplicativos de mobilidade urbana. O carro de Aldenys foi rastreado em Fortaleza, no Ceará, dois dias após o sumiço do motorista.

Antes usadas para divulgar o desaparecimento da vítima, as redes sociais de Aldenys têm agora muitas mensagens de amigos lamentando sua morte.

“Fico triste pela perda de um irmão, amigo, parceiro. Ficam na minha lembrança suas brincadeiras e nossos momentos de irmandade. Que a justiça seja feita e os autores dessa barbárie sejam exemplarmente punidos”, disse um conhecido da vítima.

“Agora, meu anjo, quem vai enxugar minhas lágrimas? Não consigo falar de você no passado, pois você está aqui dentro do meu coração. Enquanto eu viver, nunca te esquecerei”, publicou outra amiga.

Fonte de notícias: https://www.metropoles.com

Diário da RIDE o povo em primeiro lugar!!!





Comentários no Facebook