Construção de viadutos altera trânsito no Setor Policial Sul. Veja desvio

IMG-20200716-WA0015

Quem segue da Octogonal para a Asa Sul, na direção dos eixinhos deve acessar uma alça após os bombeiros

Dois novos viadutos começam a ser construídos no Setor Policial Militar nesta quinta-feira (30/7) e o trânsito na região terá alterações. Quem segue da Octogonal para a Asa Sul, na direção dos eixinhos, do Eixão e do aeroporto deve acessar uma alça de aproximadamente 200 metros de extensão logo após o quartel do Corpo de Bombeiros. Já no sentido contrário, em direção à W3 e ao cemitério, não haverá interdições.

Há, ainda, 850 metros de drenagem e 2 km de pavimentação. As obras têm previsão de conclusão para daqui a um ano e o valor total do investimento é de R$ 7.667.020.

A obra faz parte do projeto que pretende transformar as vias do Setor Militar no chamado Corredor Eixo Oeste e será dividida em duas partes, por questões de logística e segurança. A alteração começa pelo trecho localizado entre o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar e o Terminal da Asa Sul (TAS).

Um dos viadutos no projeto será construído na alça de acesso da Setor Policial ao Eixo W, conhecido como “Eixinho de cima”. Terá 8 metros de altura, 33 metros de comprimento e 19 metros de largura. Já o viaduto que será localizado na alça de acesso ao Eixo L, sentido L4, terá 29 metros de comprimento, 15 metros de largura e altura aproximada de 8 metros.

Veja, em detalhes, como serão as obras e os desvios:

Corredor Eixo Oeste

Com 38,7 quilômetros de extensão, o corredor prevê o alargamento de pistas e a construção de faixas exclusivas nas principais vias de ligação do Sol Nascente/Pôr do Sol com o Plano Piloto, como a Hélio Prates, a Estrada Parque Indústrias Gráficas (Epig) e a ESPM, que leva ao Terminal da Asa Sul.

O objetivo é reduzir em meia hora o tempo de deslocamento até o Plano Piloto.

As obras serão feitas por trechos, pois, segundo avalia a Novacap, seria inviável fazer as intervenções de uma vez no trânsito. Além da revitalização da Avenida Hélio Prates, o corredor contempla outras obras, como a construção de viadutos e do túnel de Taguatinga. (Com informações da Agência Brasília)

Fonte de notícias: https://www.metropoles.com

Diário da RIDE “A notícia tem dois lados mas uma só verdade”





Comentários no Facebook