Bombeiros retomam buscas por advogado desaparecido no Lago Paranoá

IMG-20200716-WA0015

Profissionais entraram novamente na água às 5h30 desta segunda (3/8). Falta de informações sobre incidente dificulta o trabalho de militares

Bombeiros retomaram, na manhã desta segunda-feira (3/8), as buscas pelo advogado Carlos Eduardo Marano Rocha, 41 anos. O homem desapareceu após cair de uma embarcação no Lago Paranoá nesse sábado (1º/8).

A chegada da noite obrigou o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) a suspender o uso de mergulhadores na operação. Os militares chegaram a utilizar um sonar de varredura lateral na tentativa de localizar Carlos Eduardo.

Às 5h30 desta segunda-feira (3/8), os profissionais voltaram a entrar na água para as buscas a partir do posto avançado da corporação no Setor de Clubes Sul. Eles receberam a informação de que um corpo foi avistado no Setor de Clubes Norte.

Entretanto, até a última atualização desta matéria, não haviam encontrado nada. Também acreditam que, mesmo que seja localizado esse outro corpo, é muito pouco provável que seja do advogado Carlos Eduardo.

O sonar será utilizado novamente nesta segunda-feira (3/8). O equipamento permite a visualização do perfil do fundo do lago, produzindo imagens em 2D dos objetos captados, sendo possível estimar seu tamanho real. Então, caso seja compatível com um corpo humano, uma dupla de mergulhadores submerge no ponto exato para a checagem.

Os bombeiros, contudo, afirmam que a falta de informações precisas sobre a hora e o local da queda dificultam a operação e tornam inviáveis que a varredura seja efetuada por militares no fundo do lago. O grande fluxo de embarcações e a consequente agitação da água prejudicam o uso do sonar.

Desaparecimento

Testemunhas relataram ao socorro que não viram o homem cair do barco, apenas um boné flutuando na água. Portanto, não souberam informar corretamente o local da queda.

Corpo de homem é encontrado no Lago Paranoá
CBMDF
Barco dos Bobmeiros

Fonte de notícias: https://www.metropoles.com

Diário da RIDE “A notícia tem dois lados mas uma só verdade”





Comentários no Facebook